Páginas

domingo, 1 de maio de 2016

NOVA PÁSCOA!










Como em nova páscoa,
 um mundo sofrido,
 mostra um abismo,
profundo, parece que nada passa.

Mas páscoa se faz
na superação
vida nova, e crenças no coração.

Um povo que sofre
rebeldes, fogem da opressão,
povo pobre, mas nobre
sua páscoa, no deserto, procissão.

 Comunhão coletiva,
criação que precisa
ter marca objetiva.

Um bandido, que atentou
condenado, morreu, marcado,
em vida voltou,
evento hoje (que páscoa) comemorado.

Que vida passageira,
que tempo fugaz,
 chicotes, borracha, pregos, balas e areia.

Sofrem professores.
Falta de respeito, opressão
e cassetetes.
 Esperança continuam ensinando. 









quarta-feira, 27 de abril de 2016

As Dozeiras

 

 

 

Doze de Azevedo,

se vestia de azul,

gostava de correr na chuva,

  criança feliz,

mas não sabia o que é urubu.

 

Ouviu um grito!

A mamãe com cara louca,

  fazendo sinal de "vem",

 Foi, antes pulou uma poça,

chegou e levou um pito.

 

 Criança feliz,

"É aquela que corre e brinca!"

Dizia Tio Montão

O danado do Doze,

Gargalhou o quanto quis.





sábado, 23 de abril de 2016

O Ultrapensador






O Ultrapensador - Nem pense quem é, nem se pergunte como vive.







 Eu não sei se essa história existe, mas se existisse acredito que seria exatamente assim...



 Bom, primeiramente tudo começaria com um universo gigantesco que surgiu possivelmente de uma explosão, o que faz com que tudo esteja em movimento. Assim este seria um cenário perfeito para muitas coisa interessantes, como por exemplo estrelas que se movem, planetas que se movem em torno de estrelas, luas rodeando planetas e alguns planetas sendo habitados por seres vivos muito agitados. Um deste seres poderia ser um homem e se chamar Abelardo, Guiomar, talvez Jéferson, ou Lauro ou de repente Oscar. Enfim, Oscar seria um sonhador, um analisador, um ser racional, mas acima de tudo um pensador moderno, já sei um desses pensadores pós modernos!


 Em um dia de verão, Oscar acordava despreocupado até que ouvia um ruído engraçado vindo de sua barriga, sentiu um de seus braços formigarem, percebeu que estava com o ouvido meio entupido, escutou o tic-tac do relógio de parede que estava em cima de uma caixa no chão e viu o pouco de luz que clareava todo o seu quarto, estes eram sinais, pelo menos foi como Oscar interpretou o ruído, o formigamento, o ouvido o tic-tac e a luz, e começou a pensar na situação. "Logo será hora do café da manhã!" pensou com um olhar de investigador, começou então a planejar tudo o que faria para que fosse um perfeito primeiro café da manhã inesquecível na casa nova, afinal Oscar se mudou ontem a noite, vindo de uma cidade do interior não muito conhecida e agora era um morador de uma metrópole, dessas que aparecem em todos os mapas que mostram o país e seus estados. 

 Iria dar um salto grandioso para levantar de seu sofá-cama, fazer um breve alongamento, andar a até o banheiro onde se olharia no espelho e lavaria o rosto, depois correr até a janela e enquanto a abria juntamente com a cortina e a num ato de alegria dizer "BOM DIA SOL!", então na cozinha tomaria um delicioso café com leite fresco, acompanhado de duas torradas com manteiga, um pão de queijo e uma banana ou uma maçã.

 Iria sim, este foi o plano que estava decidido a colocar em prática, alguns segundos depois de se deparar com seu plano elaborado e conseguir obter um leve e lento impulso para levantar, tropeçou, agora que torceu o pé, foi sob leves gemidos de dor até o banheiro, onde fez sua higiene breve e desatenta sem nem olhar para o espelho, depois foi quase se arrastando para a cozinha onde abriu a geladeira, que por sua vez estava vazia, pois Oscar se mudou ontem a noite, "vindo de uma cidade do interior não muito conhecida e agora um morador de uma metrópole, dessas que aparecem em todos os mapas que mostram o país e seus estados" pensou ele.


 Com alguns trocados é possível fazer uma boa refeição por aqui? O que é uma boa refeição? Correu os quartos, os apartamentos do prédio os prédios da vizinhança, as ruas interrogando as pessoas, os parques próximos, em todos os lugares pessoas de todos os tipos respondendo essa pergunta, essa e muitas outras, com as mais variadas respostas, alguns oferecendo até alimentos de qualidade para ele, outros evitando o excesso de peso como principal preocupação, um rapaz muito grande, careca  e musculoso até iria ajudá-lo a montar uma boa dieta com boas refeições e aproveitar tudo da melhor forma. Visitando Vários restaurantes comendo coisas maravilhosas, este era um rapaz de sorte, se via praticamente ganhando dinheiro para comer, seria seu dia de trabalho e a melhor decisão sobre café da manhã que tomaria em sua vida, tudo ao mesmo tempo. Feliz como ninguém mais no mundo, retornou aos poucos para sua casa... Com alguns trocados é possível fazer uma boa refeição por aqui? Se perguntou olhando ao seu entorno. Ele nem havia se mexido do lugar ainda e estava cansado, extremamente cansado, pronto para dormir.




E assim foi o primeiro dia de Oscar em sua nova casa. Em um planeta sendo habitado por seres vivos muito agitados. E cada vez mais depressivos.